Viagem aos Emirados Árabes

7. abril. 2010.

Antes de chegar a Xangai (ontem de madrugada) passei quatro dias entre Dubai e outros Emirados: Abu Dhabi, Sharjah e Al Fujairah. Fiquei muito bem impressionada com as pesquisas arqueológicas que estão sendo feitas na região e com os museus de ótima qualidade que apresentam não apenas os resultados das pesquisas (com achados de períodos pré-históricos) mas também a história, a arte, o surgimento e a expansão do Islã e ainda vários aspectos da economia no Golfo.

No museu de Dubai há uma detalhada explicação sobre a pesca de ostras para extrair as pérolas, um trabalho muito antigo realizado ainda hoje pelos mergulhadores.

Em Sharjah o museu da Civilização Islâmica abre espaço para uma ampla história do Islã e tem em seu acervo peças magníficas de vidro, cerâmica, tecidos e metal do Irã, da Síria, do Afeganistão, da Turquia e de diversos outros países. E nos “souks”, os antigos mercados, ainda muito presentes em toda a região, a evocação dos antigos mercadores que por ali passaram durante séculos em múltiplas rotas de sedas, pérolas, incensos…